Home » Duque de Caxias » Arco Metropolitano deixa de ser um sonho de quatro décadas

Arco Metropolitano deixa de ser um sonho de quatro décadas

Arco Metropolitano deixa de ser um sonho de quatro décadas

arcoDepois de 40 anos de espera foi inaugurado nesta terça-feira (1/7), pela presidente Dilma Rousseff e o governador Luiz Fernando Pezão o Arco Metropolitano. A via que liga o porto de Itaguaí a Duque de Caxias tem um total de 71,2 quilômetros de extensão é considerada uma das obras de maior importância para a Baixada Fluminense e todo o Estado do Rio.  A solenidade contou também com a presença do prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso, que estava acompanhado da primeira-dama e secretária de Ações Institucionais e Comunicação, Tatyane Lima.

A via que tem ligação com os municípios de Magé, Guapimirim, Nova Iguaçu, Japeri e Seropédica, começou a ser realizada em 2008, custou R$ 1.9 bilhão, tendo sido incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), no ano de 2007. Ao longo da obra foram realizadas mais de três mil desapropriações, 156 obras de viadutos, pontes, passarelas e passagens subterrâneas. A via entra em funcionamento nesta quarta-feira (2/7).

Na chegada a presidenta Dilma Rousseff foi recebida pelas baterias e passistas das escolas de samba Grande Rio e Beija- Flor, respectivamente de Duque de Caxias e Nilópolis. Em seu discurso, destacou a importância da parceria com o governo do estado para a concretização da obra que após ser concluída terá 145 quilômetros de extensão. “O que caracteriza esse Arco Rodoviário é a imensa oportunidade que ele abre aqui para o estado do Rio, tanto do ponto de vista da logística pelo que ele liga – liga rodovias e liga porto. Ligar rodovia e ligar um porto é algo estratégico -, liga grandes obras que estão sendo realizadas aqui no Rio de Janeiro, como é o caso do Comperj. Liga, portanto, de forma muito clara, grandes unidades econômicas, grandes obras, grandes projetos. Então, abre oportunidades sociais e econômicas. Aqui foi dado passo essencial para gerar empregos de qualidade, melhorar a vida para população que vive aqui. Também porque quando tira tráfego pesado de dentro das cidades, a gente está preservando vida, garantindo não só tempo de vida para passar com seus filhos, mas garantindo também segurança. Segurança porque tráfego pesado sempre causa acidentes”, analisou”, afirmou a presidenta, que em vários trechos de sua fala fez questão de citar as parcerias realizadas com o prefeito Alexandre Cardoso.

O governador Luiz Fernando Pezão destacou a oportunidade que o Arco Metropolitano trará para o Estado do Rio. “Esta data é histórica para a população do Estado do Rio de Janeiro que espera o Arco Metropolitano por mais de 40 anos. Graças à parceria entre o nosso governo e o governo federal, que já rendeu muitas conquistas nesses últimos sete anos e meio, conseguimos tirar este projeto do papel. Finalmente, podemos dizer que o sonho agora é uma realidade – afirmou o governador que também fez questão de mencionar o trabalho conjunto com o prefeito de Caxias em várias ações que têm trazido melhorias para a cidade.

Parcerias para crescer

O prefeito de Duque de Caxias, Alexandre Cardoso ressaltou a importância da parceria com os governos estadual e federal nas melhorias paras o município, caso do Arco Metropolitano que irá retirar das rodovias que cortam a cidade, mais de 10 mil caminhões por dia “ O Arco Metropolitano irá integrar toda a Baixada Fluminense. Com a entrada em funcionamento desta via a mobilidade urbana de Caxias irá melhorar significativamente, pois serão retirados da Avenida Brasil e das rodovias Washington Luís e Dutra, entre 10 mil a 12 mil caminhões que cortam o município diariamente. A partir do Arco Metropolitano vamos criar um grupo de trabalho com o objetivo de captar empresas que queiram se instalar no entorno da via. Principalmente as de logística. Caxias é uma cidade privilegiada. Estamos perto de um aeroporto (Internacional Tom Jobim), dois portos (Rio de Janeiro e Itaguaí), e de rodovias que cortam o país”, disse.

Em outro momento de seu discurso, o prefeito Alexandre Cardoso ressaltou a parceria que teve início com o ex-governador Sérgio Cabral, seguindo com Luiz Fernando Pezão, e com a presidenta Dilma Rousseff, ressaltou o programa Minha casa minha vida. “Depois do programa habitacional o Minha casa minha vida é o maior projeto de moradia do país”, concluiu.

Durante a solenidade de inauguração do Arco Metropolitano foi assinado também um convênio entre o governo do estado, Cedae e a Caixa Econômica Federal (CEF), para a implantação da adutora Guandu 2, no valor de R$ 3.4 bilhões que irá fornecer água para toda a Baixada Fluminense.

Estiveram presentes ao evento a primeira –dama estadual, Maria Lucia Jardim, o ex- governador Sérgio Cabral, o vice- prefeito de Duque de Caxias, Laury Villar, prefeitos de municípios da Baixada Fluminense, ministros, secretários estaduais, deputados federais e estaduais, vereadores e trabalhadores das empreiteiras responsáveis pela obra.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *